Pages

Ads 468x60px

13 de abr de 2011

Projeto Pedagógico do Centro de Formação de Emprendedores - CEFEM

O CEFEM é fruto de uma opção da CARE Brasil ( desde 2003 no Piauí) pela sua atuação como geradora de oportunidades aos jovens, especialmente às filhas e os filhos de agricultores familiares, assentados rurais e pescadores. Após uma série de experiências com projetos direcionados à formação e capacitação de jovens e adolescentes, a certeza de que investir em mais projetos voltados a esse grupo da população é sólida, vista como veículo de transformação social, desenvolvimento sustentável e superação da pobreza. A CARE Brasil foi atrás de aliar tecnologias de educação, qualificação profissional e de promoção do empreendedorismo juvenil que mesclassem as inovações que estão sendo criadas no Nordeste Brasileiro e em países com situação social semelhante. Em 2009, pesquisou e desenvolveu um plano de negócios para instalar uma escola comunitária de ensino médio e profissiolalizante: o centro de formação de Empredores- CEFEM em processo de instalação em Cajueiro da Praia - PI, a fim de servir à juventude dos municípios de Araioses, Barrerinhas, Paulino Neves, Santo Amaro e Tutóia do Maranhão; Cajueiro da Praia, Ilha Grande, Luis Correia e Parnaíba do Piauí; Barroquinha, Camocim, Chaval, Cruz e Jijoca de Jericoacoara do Ceará, ou seja, atender jovens residentes nos municípios da ROTA DAS EMOÇÕES. No final de 2009 e começo de 2010, captou um montante de recursos juntos ao Maitri Fund, à Fundação Anglo Amerrican e UPS de aproximadamente R$700.000,00. Após a cessão do uso de uma área de aproximadamente 3,17ha, decretada de interesse público, para a construção do CEFEM em Cajueiro da Praia - PI, cedido pela Secretaria do Patrimônio da União, por meio da portaria nº 8, de 5 de janeiro de 2011, publicada no diário oficial da União, nº 4 de 6 de janeiro de 2011, tornou-se possível o acesso a outros investidores que estão estudando as próximas doações. Para a profundar o desenvolvimento do CEFEM, foi ralizada, no segundo semestre de 2010, uma pesquisa ampla apoiada em dados secundários e entrevistas, nas quais participaram mais de 1400 pessoas desses municípios. Esta pesquisa garantiu uma visão de realidade local/regional e a incorporação de uma série de sugestões no conceito da escola que partiram dos próprios jovens e de profissionais que atuam com educação e questões da juventude. Além dos quase 1200 jovens, foram muitos contatos diretos com autoridades estaduais e municipais ligados à educação, qualificação profissional, assistência social, agricultura, pesca, ao meio ambiente, turismo e desenvolvimento local.

0 comentários: